Bolsonaro tem data para trocar Silva e Luna da Petrobras, segundo jornal.

O comando da estatal Petrobras em 13 de Abril provavelmente seria trocado por Jair bolsonaro.

Deste modo em 13 de Abril o novo conselho de administração da estatal será eleito.

Assim como o mercado está pressionando o governo a reduzir os valores dos combustíveis as medidas drásticas podem ser adotadas pelo presidente da república Jair bolsonaro.

Logo o presidente já decidiu o dia da demissão de Joaquim da Silva e Luna do comando da Petrobrás diz o jornal o Globo.

Deste modo os auxiliares pretendem deixar o general no cargo, por isso os mesmos tentam convencer o presidente a manter o cargo do general.

Assim comando da Petrobrás passou a ser passado por Jair bolsonaro desde que a empresa anunciou o reajuste dos preços dos combustíveis o que ocorreu na semana passada. Assim como em declaração recente onde o ciamento do presidente foi, “qualquer um pode ser trocado”.

Bolsonaro tem data para trocar Silva e Luna após crise da Petrobras.

Deste modo nesta última quinta-feira (10), com aumento de 18,8% na gasolina e 24,9 % no diesel conforme anunciado pela empresa estatal Petrobras, o reajuste iria começar a ocorrer durante a sexta-feira (11).

Logo o presidente Jair bolsonaro acabou sendo criticado nesta última quarta-feira em uma entrevista recente a TV potiguar.

“um crime contra população por não ter aguardado para pronunciar o reajuste” conforme Dito pelo presidente Jair bolsonaro.

Logo o presidente busca consegui amortizar o aumento dos combustíveis para o consumidor final.

Assim o governo está criando várias medidas para conseguir conter o aumento dos combustíveis.

Contudo o presidente cobra novamente o acompanhamento da empresa após a queda do valor do barril do petróleo no mundo inteiro.

Assim temos um barril de petróleo se já chegou a casa dos $135 na semana passada, agora o mesmo conseguiu chegar ao valor de $100.

Mas segundo o presidente a Petrobras não mostrou o retorno para o aumento súbito dos valores do preço dos combustíveis mesmo com a redução do preço do barril de petróleo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *