Rússia ataca alvos perto da fronteira com a Polônia, e gera grande tremor.

Em Kiev, kharkiv, e Kramatorsk todas essas cidades tiveram bombardeiros atacando áreas residenciais, e deixando ao menos quatro pessoas mortas e 17 outras feridas.

Assim explodindo nesta sexta-feira foguetes russos em uma cidade a 80 km do lado oeste da Ucrânia em fronteira com a Polônia.

Logo a região estava praticamente poupada durante todo o conflito entre a Ucrânia e Rússia.

Assim com informações da prefeitura os alvos do ataque foram edifícios onde operava uma instalação de reparo de aviões.

Logo as autoridades ucranianas confirmaram o lançamento de 6 mísseis por aviões russos.

Deste modo somente atingiram o alvo quatro dos seis que foram disparados onde os outros dois foram abatidos por baterias anti aéreas.

Contudo a empresa responsável pela oficina onde os aviões sofriam reparo seria a empresa ARZ.

Deste modo a empresa realizava manutenções periódicas na Frota aérea do exército ucraniano, assim tivemos uma investida estratégica para manutenção de aviões o Ulcranianos, através da força militar Rússia

Impactos recentes causados pela invasão russa

Assim a Rússia não conseguiria resistir ao colapso econômico imposto pelo ocidente com resposta à invasão, represália resulta em cerco econômico.

Assim uma base militar aos arredores da cidade sofreu um ataque de mísseis russos.

Logo dentro da base militar avião soldados estrangeiros que estavam concentrados, e formaram a legião internacional da Ucrânia.

Onde foram registradas 35 pessoas mortas 134 feridas, mas os russos estimam valores que podem chegar a 180 mortos.

Os números segundo a prefeitura estão segurando na casa dos 200 mil refugiados na atualidade morando em Lviv, de modo que a população chega a casa do 720 mil habitantes.

Tendo em vista que a cidade é uma das regiões que sofrem influência do ocidente dentro do território ucraniano pois o mesmo é tido como património da UNESCO.

Assim a campanha da Rússia está avisando debilitar a infraestrutura militar o craniana, onde todos os focos e alvos são visando este fim.

Claro que as indústrias militares estão sendo alvos com intuito de “desmilitarização” da Ucrânia como um dos fortes da estratégia militar russa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *