Privatização da Petrobras (PETR4) modelo adotado pode trazer impactos negativos para a petroleira.

Privatização da Petrobras (PETR4) qual o melhor modelo a ser adotado pelo governo para privatização da estatal.

Assim que temos uma possível divisão das ações da companhia onde sofremos um grave risco de perda de produção e de extração da petroleira principalmente com a venda dos ativos podendo ser realizadas em separado.

Principalmente porque onde temos a privatização de uma estatal do tamanho da Petrobras (PETR4), logo temos um processo que irá demorar algum tempo para ser desenrolado.

Principalmente com todas os processos que temos envolvendo privatização de empresas assim como a que está ocorrendo neste momento com a Eletrobras (ELET3), temos um processo que vem estando em vigência desde o ano de 2018.

Onde temos a estatização de companhias como a Petrobras temos alguns eventos que os investidores acabam ficando de olho assim como o que foi falado com relação ao conselho de acionistas minoritários.

“pela primeira vez, temos um ministro de Minas energia com coragem para falar de privatização da Petrobras. Seja um fato, um desejo ou uma verdade seria bom a inclusão da empresa no programa de desestatização” assim como foi dito em conselho de acionistas minoritários.

Logo o mercado está sofrendo um grande alvoroço com a possível estatização da petroleira assim o futuro da estatal pode ficar de acordo com a maneira em que vamos dividir as possíveis ações.

Mas a maneira que o governo decidir realizar a venda da estatal pode trazer impacto direto para acionistas minoritários assim os fundos de investimentos e bancos estão todos voltados para a negociação.

Assim temos vários acionistas que poderiam se beneficiar dos dividendos principalmente com a sua participação na petroleira.